Disconnect

disconnect_Movie

Me julguem se quiserem, mas uma das minhas manias malucas é me apaixonar por personagens de filmes, séries, livros e, por consequência, me apaixonar pelos artistas que os interpretam, no caso dos filmes e séries. É maluquice, óbvio que é. Mas é daquelas saudáveis. Pois então. Isso me leva a outra coisa, que é querer assistir tudo o que tal artista já fez. Um dos alvos da minha psicose no momento é o Alexander Skarsgard, o vampiro bonitão mais conhecido como Eric Northman em True Blood (preciso falar sobre a série qualquer hora dessas). O caso é que tâmo aí na atividade buscando filmes que ele tenha feito e, sério, tem uns meio ruinzinhos, acho que de começo de carreira. Mas tem dois mais recentes muito bons, que são “Pelos olhos de Maisie” e esse, Disconnect.

Descobri o Disconnect assim e logo me interessei porque é sobre um assunto que me incomoda em diversos aspectos. Essa coisa da super exposição na Internet e nas redes sociais, a dependência de celulares cada vez menos úteis para fazer ligações e mais para acessar a rede, o vício da vida online… São coisas em que penso bastante e me incomodam. Mas sobre isso falo depois. Enfim, o filme fala sobre esse assunto. São histórias diferentes que em algum momento, por alguma razão, acabam se cruzando e todas têm em comum o fato de que seus personagens sofreram algum impacto por causa de uma situação que envolvia o “mundo online”. Soa um pouco forçado, mas as histórias do filme são bem possíveis e fazem a gente pensar um pouco. Parece que existe um espaço entre não poder “fugir” das novas tecnologias e formas de comunicação e viver em função delas. Na verdade, existe um espaço gigantesco entre essas duas coisas.

Devo dizer que a razão de eu descobrir o filme, no caso, o Alexander Skarsgard, está ótimo e só ele já seria uma razão pra assistir. Uma pausa no seu dia para um pouco de procrastinação, como eu fiz, valerá a pena, eu acho. Segue o trailer.

Disconnect - 2012

Anúncios

2 comentários sobre “Disconnect

  1. Opa! Falando de filmes, que bom! 😀 Esse Disconnected parece ser interessante mesmo. Vou procurar na locadora universal, hahaha. Mas, já que tocou nesse assunto das redes sociais, acredito que ela é como se fosse nossa rua, a gente mostra pros fofoqueiros o que queremos. E o que hoje a gente priva na rua, de não deixar exposto tudo o que se passa dentro de casa, acredito que chegaremos um dia a isso também na internet. Digamos que é um hyper, rs. Até que se aprenda a usar (para o bem ou para o mal) é preciso tempo, haha.
    Mas não se pode esquecer dos introvertidos, tímidos e essas pessoas sem traquejo social algum (o/) que, de alguma forma, conseguiram ter um pouco de sossego para interagir, ou não, sem mostrar sua figura sem graça e gaguejante. Tá, ok, isso é outro assunto…

    Sobre os personagens dos filmes e livros, sempre os acho tão irreais, tão medidos milimetricamente pelo cabeça pensante que os criou e, assim, não consigo ter tantos vínculos com eles. Não tive essa sorte igual a sua. Eu até que queria conhecer alguns na vida real, mas minha mente chata me diz: acorda, Lívia, eles não existem.

    • E aí, Livita, encontrou o filme na locadora universal? hahaha… Depois me diz se gostou.

      Sobre o assunto das redes sociais, quero falar só sobre isso em algum momento. Eu concordo com você, acho que o comportamento que já existia só migrou pras redes, a diferença é que na internet tudo é muito mais exposto, eu acho. O que pode ser bom e ruim. Atualmente, acho que faz mais mal que bem. rs.
      Também concordo que as redes sociais são uma mão na roda pros mais introspectivos. Acho isso ótimo! O problema, pra mim, está em pensar e agir como se não houvesse vida fora das redes, digamos assim, e se expor demais pra pessoas que, na verdade, não dão a mínima pro que a gente faz. Acho perigoso em vários sentidos…

      O fato dos personagens não existirem talvez seja o que os deixa mais interessantes… hahaha…

      Beijos!

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s