Tédio Musical

Encontrei no meu computador alguns escritos mais velhos, de blogs passados. Acho que não salvei tudo o que eu já escrevi, mas tem alguns textos guardados. Imagino que seja os que eu considerei bons, na época. É interessante reler coisas. Mas é muito interessante reler coisas que você mesmo escreveu. Ao ler esses textos eu pude recordar os momentos em que eles foram escritos. Alguns não muito bons, outros meio engraçados, como o texto que vou republicar agora. Na verdade, o momento não foi tão engraçado, foi bem tedioso, mas é engraçado reviver ele por meio desse texto. Porque me lembro exatamente que quando o escrevi era 2008 e eu estava em uma aula na faculdade. Era uma aula de Ciências Políticas um pouquinho chata. Bem, um pouquinho que significa que eu sequer prestei atenção no que estava sendo dito e a prova é esse texto.

——-

mafalda

Tédio Musical

O ventilador faz um barulho. A princípio irritante, mas que aos poucos vai se tornando compassado. Algo como uma base na bateria. Se encaixa perfeitamente no tom da voz que fala lá na frente. O papel, se soltando da lousa, parece dançar, preso apenas por uma ponta. Vai e volta, vai e volta. Provavelmente ensaia alguns passos. Se o outro não estivesse tão bem fixado, poderiam fazer uma dupla.

Tum! Tum! Tum! O barulho não é tão alto como um tambor, mas tem o mesmo ritmo. Dá pra encaixar um contra-baixo e alguns solos de guitarra. Fumaça invade a sala, a intenção deve ser fazer um show. As pessoas também se movimentam – trocam o braço de apoio, balançam canetas, mexem a cabeça, olhando para os lados, para fora, mexem pés e pernas. Para lá e para cá.

O sol bate na frente, mostrando as sombras dançarinas das árvores. Mas elas não seguem o ritmo. Deveriam ter ensaiado com o papel da lousa. A letra da música não parece interessante, ninguém dá muita atenção. Mas todos seguem o ritmo… Tum! Tum! Tum… E o contra-baixo, a guitarra, as danças, movimentos quase involuntários. O calor, os bocejos, tudo dentro do ritmo.

Desligaram o ventilador.

A música acabou. A voz diz uma mensagem chata, a fumaça era algo pegando fogo lá fora, o papel não ensaia passos, está caindo, os movimentos são de impaciência. Tédio. Desligaram o ventilador. Acabou o show.

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s