Por que a musiquinha do gás é tão triste?

beethoven marco oliveira

Da série: textos antigos que tenho guardados aqui e resolvi republicar.

Já contei pra vocês que quando eu costumava ter mais tempo na vida (leia-se: antes de entrar na faculdade, começar a trabalhar, mestrado, mudanças), costumava escrever historinhas sobre coisas aleatórias. Era só uma diversão mesmo, tentando colocar em palavras a imaginação fértil que tinha naquela época (e acho que perdi). Virou meio que uma brincadeira, alguém da minha família me contava um causo e eu transformava aquilo num conto mais bizarro fantástico. Às vezes eu ficava só imaginando umas bobagens mesmo, como é o caso dessa historinha de hoje.

Em São Paulo, o carro do gás passa pelas ruas tocando algumas musiquinhas meio tristes. Eu não entendia por que tinham que ser tão melancólicas e um dia fiquei pensando numa provável razão. Saiu essa historinha totalmente dramática e trágica aí embaixo. Isso foi em 2008 e na época eu coloquei no blog que tinha, para as pessoas verem como eu sou idiota, provavelmente, haha. Como isso ainda não mudou, ou seja, eu continuo meio idiota, compartiho aqui de novo.

—————————

Musiquinha do Gás

Eu não sei como é em outras cidades (exceto uma que morei, em Minas, em que um cara tocava algo como um sino, de cima de um caminhão), mas em São Paulo os carros passam vendendo butijão de gás ao som de algumas musiquinhas. É para avisar que eles estão passando na rua. O interessante é que todas as musiquinhas são tristes. Quem mora aqui, repare, não há um carro que toque música feliz. Fico pensando nos motoristas, que escutam essas músicas o dia inteiro e devem dirigir boa parte do caminho com lágrimas nos olhos, pensando em algum fato triste da vida…

Penso também em uma mulher debruçada na janela, vendo o carro do gás passar, com sua musiquinha triste, o barulho da panela de pressão e o cheiro de feijão. A mulher se lembra da época de sua juventude e fica um pouco triste também. Ou dois amiguinhos que estão brincando na rua, se desentendem por causa de um brinquedo e ficam sentados, na beira da calçada, um pouco afastados um do outro, quando passa o carro com sua musiquinha triste.

Há algumas outras cenas que se encaixam nesse momento quase misterioso e hipnotizador, que é quando o carro do gás passa. Diversas vezes, essas musiquinhas entram nos meus sonhos, quando os carros passam de manhã e eu ainda estou dormindo. E eu sempre penso em uma coisa: Por que a música tem de ser triste? Por que não uma marchinha de carnaval, por exemplo? Consegui pensar em uma explicação que eu aceitaria, caso me dissessem.

Há muitos anos atrás, os motoristas dos carros de gás costumavam buzinar para avisar que estavam passando. Outros andavam com um ajudante que falava por um alto-falante: “Olha o gás! Olha o gás!” Mas eles perceberam que isso irritava os clientes. Especialmente nos horários da manhã, já que algumas pessoas ainda estavam dormindo. Foi então que um dos motoristas teve a idéia de fazer com que os carros tocassem músicas para avisar que estavam passando. Dessa forma, as pessoas não ficariam irritadas com o barulho da buzina, ou do alto-falante. Naquela época, as músicas eram alegres. Ninguém ficava bravo, mas todos iam comprar o gás felizes. E até quem estava dormindo acordava bem humorado, com as musiquinhas.

Porém, um dia, algo terrível aconteceu. Esse motorista, que teve a idéia das músicas, sofreu um acidente. Enquanto dirigia seu carro do gás, se deparou com outro carro que vinha em alta velocidade, na contra-mão. Não teve tempo de desviar, bateu e aconteceu a inevitável explosão. Felizmente, a rua não estava movimentada, apenas os motoristas dos dois carros morreram. O homem do gás era muito querido por seus colegas de trabalho e por todos que o conheciam, sua morte foi uma grande perda. Foi assim que as musiquinhas dos carros de gás passaram a ser tristes. Em homenagem ao motorista que deu a idéia. Cada vez que o carro passa com sua triste música, todos se lembram do exemplar motorista que morreu no acidente de trabalho.

Anúncios

3 comentários sobre “Por que a musiquinha do gás é tão triste?

  1. Pingback: Bloco Unidos da TPM (e outros assuntos aleatórios) |

  2. Pingback: Eu odeio lidar com burocracia! (E outras histórias) |

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s