O feliz fim da iguana perdida

Numa bela manhã ensolarada de sábado, uma jovem mulher e seu namorado estavam assistindo TV  na sala quando, de repente, ouviram latidos incansáveis de uma das cachorrinhas que vive na mesma casa. Ela tem o costume de latir para qualquer pessoa ou animal que se aproxime do portão, então o casal pensou que ela apenas estava sendo “cansona”, para utilizar uma expressão muito usada naquela terra longíqua. Após chamar a atenção da cachorrinha sem obter sucesso, o homem se levantou para ver o que acontecia do lado de fora. Poderia ser uma pessoa chamando. Ao  se levantar, se deparou com a seguinte cena:

DSC05445

Chamou, então, a mulher para ver do que se tratava e ela, assustada e empolgada ao mesmo tempo, ficou se perguntando como aquele animal havia ido parar ali. O animal, no caso, é uma iguana. Segundo transeuntes que passavam por ali, um macho. Ele estava parado com essa cara de quem está pensando no que fazer, mas ainda não sabe, um meio sorriso no rosto, talvez pela adrenalina proporcionada pela aventura que estava vivendo. E o que o Sr. Iguana pensava nesse momento era o seguinte:

“Oh, céus, como eu vim parar aqui? Acho que não sou mais o jovenzinho de antigamente, minha memória não está boa, tenho me perdido com muita facilidade… nossa! Que ser exótico é esse fazendo esse barulho estranho para mim! Cheio de pelos e esse rabo abanando. Será que ele é saboroso? Acho que posso ir ali experimentar. Mas ele tem a aparência de bravo. Ah! Ele estava chamando esses dois gigantes. Melhor não me arriscar, porque os dois gigantes parecem inofensivos, não têm rabo nem dentes afiados, mas são gigantes, né? Como eu faço pra sair daqui desapercebido? Deveria ter trazido um mapa…”

Sim, ele pensava isso tudo enquanto os acontecimentos passavam. Achava que ficando parado estaria sendo um pouco mais discreto. O fato é que os dois gigantes, quer dizer, o casal, não sabia a aventura que o sr. Iguana tinha passado até agora. Ele mora por ali perto e de vez em quando dá uns passeios na vizinhança. Sobe em árvores, come alguma coisa, vai visitar senhores e senhoras iguanas em outros lugares que só ele sabe onde é, enfim, leva sua vida normal de iguana. Mas naquele dia, ele pegou um caminho que não estava acostumado e se perdeu. Mas ele não estava muito preocupado, sabia que em algum momento encontraria o caminho, pois estava pelas redondezas. Estava até meio feliz, fazia tempo que não sentia essa dose de emoção, preso à rotina do dia a dia. Porém, sem querer foi parar na varanda dessa casa. E tudo estava bem até a cachorrinha começar a latir. O sr. Iguana começou a se incomodar com esse suspense dos gigantes olhando para ele, porque ele não sabia que os gigantes também não tinham ideia do que fazer, então para ele esse suspense poderia ser um momento de paz antes de um ataque. Nesse momento, um senhor que estava por ali, resolveu ajudá-lo e encostou nele com a ponta do pé. O sr. Iguana, pensando que enfim algo de ruim ia acontecer com ele, saiu correndo muito rápido dali. O casal viu ele indo para uma pracinha, cheia de árvores onde, aparentemente, é a casa dele.

Horas depois, no fim da tarde, eis que o gigante homem avistou o sr. Iguana na seguinte situação:

 

DSC05457

Ele estava no topo de uma árvore, olhando para o horizonte, pensando na vida, tranquilo após um dia agitado. Naquele momento o sr. Iguana pensava: “Acho que vou ficar quieto por aqui por uns dois dias, só para repor as energias após esse susto. Tão bom ficar aqui no alto, longe de seres estranhos! Acho que vou dormir um pouquinho!”. E dormiu, enquanto via o pôr-do-sol.

 

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s