100 posts: Por que eu escrevo?

old-1130743_1920

Esse é o 100º post desse blog. Em 2 anos e meio parece pouca coisa, se a gente for pensar no “mercado de blogs”. Hoje em dia ser blogueiro virou uma profissão e até um status. Essa coisa de blogs virou realmente um mercado. Sou cadastrada em plataformas para trabalhos freelancer e diariamente aparecem propostas para escrever não sei quantos artigos por dia, de 500 a 800 palavras, para um blog de tema X. Detalhe: pagam muito pouco (mas outro dia eu escrevo sobre esse assunto). Muitos blogs hoje em dia existem com o único objetivo de lucro, de ser um negócio. Eu, sinceramente, não vejo problema nisso, que o blog seja uma fonte de renda, desde que seja uma coisa honesta, real, que a pessoa dona do blog fale sobre o que quiser, do jeito que ela quiser.

Mas talvez eu que seja antiquada mesmo. Afinal, esse não é meu primeiro blog. Comecei nessa vida em 2005, tive uma pequena pausa na época mais tenebrosa da faculdade e voltei com o Sarices em 2013. Sou do tempo que os blogs eram diários on-line, haviam comunidades de blogueiros e a gente visitava os blogs uns dos outros, conversava, fazíamos postagens coletivas. Nem sei se existe isso hoje.

Desde o meu primeiro blog, meu único objetivo em escrever é para colocar as ideias no lugar. Eu só consigo pensar coerentemente quando estou com uma caneta e papel (não, não vale escrever no computador, preciso do papel). É por isso que mantenho diários, é por isso que estudo escrevendo, fazendo fichamentos e anotações. Meu cérebro funciona assim. É por isso que mantenho esse blog e já mantive outros. Escrever aqui é um exercício para mim, ao mesmo tempo em que organizo minha mente, expresso meus pensamentos sobre alguns assuntos. Sim, porque expor os pensamentos também é importante às vezes.

Antes eu tinha muita vergonha de mostrar o que eu escrevia. Sou muito crítica comigo mesma e com as coisas que faço. Ainda tenho um pouco de vergonha, mas já melhorei bastante nesse aspecto. Mas além da timidez também tinha (tenho) um pouco de receio das críticas alheias. Não tanto pelo conteúdo, porque 97% das coisas que escrevo aqui são opiniões ou viagens da minha cabeça, já que esse é um blog pessoal. É um receio idiota de as pessoas falarem algo assim, “olha a Sarah, querendo aparecer”, “olha a Sarah, achando que é escritora”, “olha a Sarah achando que a gente dá a mínima para o que ela faz”. Idiotice, como eu falei. Bobeira. Mas uma bobeira real dentro da minha cabeça. Hoje em dia desencanei um pouco dessas coisas. Mesmo porque minhas atividades até agora, inclusive profissionalmente, sempre envolvem leitura, interpretação, escrita, não consigo fugir dessas coisas, as palavras me cercam o tempo todo. Então fico aqui no blog falando sozinha. De vez em quando aparece alguém para falar comigo e me faz companhia, o que é muito legal.

É por isso que escrevo, porque é um dos jeitos de eu manter minha sanidade. De verdade, sempre recomendo muito esse exercício de escrita para todo mundo. Não precisa “saber escrever”, não precisa necessariamente ter um blog, mas talvez organizar as ideias num papel também sirva para outras pessoas. Escrever é algo mágico, parece que todos os pensamentos que ficam flutuando confusos na nossa cabeça viram algo concreto, palpável e assim é mais fácil entendê-los.

Obrigada a quem tem acompanhado o blog até agora, sei que alguns amigos acompanham todas as bobagens que eu publico aqui. Obrigada a quem caiu aqui por acaso  e tenha achado bom ou útil qualquer coisa que eu tenha escrito aqui, sempre fico feliz quando sei que aconteceu algo assim. Enfim, obrigada. Vamos continuar com a programação (a)normal de sempre.

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s