Semelhanças culturais marcantes entre Brasil e Colômbia

 

brasil e colombia

Estou a uma semana de voltar a Cartagena. Depois de passar um tempo em São Paulo com minha família, vou abandonar esse frio horroroso que faz aqui e voltar para o calorão. Eu não gosto do frio, mas garanto que não foi premeditada minha ida em pleno início do inverno, embora isso seja bem significativo. Já estou com saudade das pessoas que mais uma vez deixarei aqui, especialmente a família, mas assim é a vida, né? Não dá para parar de construir o que desejamos e quem sabe uma hora dá certo ficar perto de todos que eu amo ao mesmo tempo. Enquanto isso, eu estou igual naquela música, encontros e despedidas.

Bem, achei que poderia ser legal fazer uma nova publicação sobre o tema de morar na Colômbia, já que faz um bom tempo que não falo sobre isso. Anteriormente eu falei das diferenças culturais que me marcaram entre Brasil e Colômbia. Na verdade, depois me lembrei de várias outras, talvez eu escreva uma parte 2 para falar sobre elas. Mas dessa vez resolvi falar sobre as semelhanças. Sempre que me perguntam no Brasil ou na Colômbia sobre as diferenças culturais entre os dois países, eu digo que não há muitas. Claro que existe, mas, em geral, são países muito parecidos. Eu ainda não conheço todos os paises da América do Sul, mas entre os que já pude conhecer e outros sobre os quais leio, acredito que sejam esses dois os que mais se aproximam culturalmente. Preciso fazer uma enquete para ver se os amigos brasileiros e colombianos concordam comigo. Então resolvi listar o que, para mim, são as semelhanças mais evidentes.

Deixo claro que seria muita pretensão minha querer falar da cultura de dois países inteiros. Isso é impossível! Embora eu use as palavras “Brasil” e “Colômbia”, minha base de comparação é Cartagena de Indias, a cidade onde vivo na Colômbia e quanto ao Brasil, estou pensando principalmente em São Paulo e algumas cidades de Minas Gerais, onde já morei. Também quero ressaltar que não é minha intenção fazer nenhum juízo de valor do que é melhor ou pior. Nesse caso acho que nem é necessário falar isso, já que vou comentar sobre os pontos em comum, então se for ruim, obviamente, é ruim nos dois. Mas nunca é demais deixar as coisas esclarecidas.

Dito isso, vamos às semelhanças mais marcantes que encontrei entre Brasil e Colômbia.

1 – Comidas

Já falei inúmeras vezes sobre isso, mas não poderia deixar de colocar esse item na lista. As comidas da Colômbia são praticamente as mesmas que se comem no Brasil. Existem diferenças em como se come. Por exemplo, o abacate que no Brasil se come com açúcar e leite (provavelmente o único lugar onde se come abacate assim), enquanto que na Colômbia se come com comida salgada, na salada, etc. Ou os feijões. Na Colômbia existem muitos tipos de feijão e se come com bastante frequência, mas com certeza não com a frequência com que se come no Brasil (santo arroz e feijão diário!). Grãos como lentilha, por exemplo, também são muito consumidos na Colômbia e não é que não exista no Brasil, mas a frequência e talvez o jeito como que se come é diferente. Sei que um viajante na Colômbia vai querer provar os pratos mais típicos que houver, mas se você for numa casa colombiana comum em um dia comum o que você encontrará é a mesma comida que comemos no Brasil: arroz, algum grão (pode ser feijão, qualquer tipo), carne, salada, batata, mandioca, banana, etc. Os horários de refeição também são os mesmos. Acho que isso fez com que minha adaptação no país não fosse tão difícil. Além disso, obviamente, há comidas que existem em um país e não existem em outro, geralmente são frutas e/ou legumes e verduras. Mas nada muito diferente. Como eu disse, em geral as comidas são as mesmas.

2 – O atraso básico

Sabe aquela coisa de marcar às 10h, contando que o outro chegue às 10:15, colocando como limite aí até 10:30? Pois é, isso não é exclusividade do Brasil. O atrasinho básico também existe na Colômbia (ou pelo menos em Cartagena). Óbvio que não dá para dizer que todos os colombianos ou todos os brasileiros são atrasados, existem pessoas muito pontuais e que odeiam atrasos (eu tento ser pontual, nem sempre consigo e odeio atrasos, por exemplo, hehe). Mas existe certa tolerância em relação a isso. Ninguém fica apavorado e com raiva se você atrasar 15 minutos em um encontro. Longe de mim querer incentivar esse mau hábito em alguém (porque, sim, é uma coisa ruim você tomar o tempo de outra pessoa), mas brasileiros aqui também não têm dificuldade de adaptação nesse aspecto. 😉

3 –  As pessoas são solícitas

Em geral, em Cartagena ninguém se incomoda em te dar alguma informação na rua, ou te explicar como chega em um lugar, por exemplo. Nem nos lugares que conheço do Brasil. “Ai, Sarah, mas até em São Paulo?”, sim, até mesmo em São Paulo, que tem fama de ser uma cidade com pessoas muito estressadas, impessoais e nada simpáticas. Pode até ser, realmente, que em SP você não receba uma informação como em Cartagena, sendo chamado de “mi vida”, “mi amor” (veja a diferença número 5 no outro texto), mas dificilmente alguém vai te ignorar, se você fizer uma pergunta. Então, sim, acho que é uma semelhança importante. Nos dois lugares é possível pedir informações sem medo de ser feliz, porque as pessoas vão tentar ajudar, se puderem.

4 – Povo festeiro

O Brasil é conhecido no mundo inteiro por ser um país de gente animada, que gosta de festa, Carnaval, né? Essa é uma das características da Colômbia também. Existem muitas festas oficiais durante o ano, em Cartagena, especificamente, há as festas de independência, em novembro, que duram uma semana. Além disso, assim como no Brasil, tudo vira motivo para comemorar, ou no mínimo reunir os amigos para comer e beber. Há quem não goste dessa característica, mas eu adoro! A vida já é difícil demais, precisamos de momentos alegres o máximo que pudermos ter!

5 – As pessoas se produzem muito

Talvez essa semelhança seja mais com as cidades do interior de Minas onde morei que com São Paulo, embora em São Paulo eu veja muito isso também, que é o fato de as pessoas fazerem uma super produção, se arrumarem muito para sair. Especialmente se for à noite. Às vezes você só vai no shopping, ou na casa de um amigo, ou num restaurante normalzinho, mas não basta uma calça jeans, um sapatinho ou um tênis e uma camiseta, precisa ser uma roupa mais arrumada (para homens e mulheres), maquiagem, salto, perfume, etc. Eu, que não sou uma pessoa animada para fazer uma super produção, me sinto deslocada tanto no Brasil quanto na Colômbia nesse quesito. Sempre parece que estou mal arrumada perto das outras pessoas. Mas o desconforto é só inicial, porque depois lembro que evitar a fadiga é muito bom e, definitivamente, não sinto necessidade de me arrumar tanto para ir em certos lugares. Mas, sim, é um ponto em comum.

 

Bem, essas são as semelhanças mais marcantes que eu consegui lembrar agora. Talvez depois eu lembre de outras e queira fazer uma parte 2 para esse também, isso veremos futuramente. Buscar semelhanças e não ter muito trabalho para encontrar aumenta aquela sensação boa de se sentir à vontade, quase que em casa. Talvez por isso eu gosto tanto da Colômbia.

Anúncios

2 comentários sobre “Semelhanças culturais marcantes entre Brasil e Colômbia

  1. Gostei muito das comparaçoes.Tambem concordo.Estou em Cali e amei a Colombia.Realmente sao países bem parecidos.Me adaptei muito rapido e estou querendo ficar.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s