Onde estou, pra onde vou

O “pra onde vou” foi puro drama, gente. Esse post é pra contar pra vocês sobre os outros lugares onde estou, além de aqui nesse bloguezinho.

Eu não sou fã de redes sociais, quem lê tudo o que eu escrevo aqui já sabe disso. Também não sou do time que acha que as redes sociais são uma grande bobagem e perda de tempo, não. Acho que são ótimas ferramentas e como qualquer ferramenta podem ser bem utilizadas ou podem ser um problema. Eu decidi estar presente no menor número possível de redes sociais para evitar a exposição desnecessária. Acho que quanto menos a gente compartilha da nossa vida, melhor (e olha que até sem querer já compartilhamos muito!).

Há alguns meses saí do Twitter porque já não estava usando ele muito, tive uma recaída e voltei depois de um mês (hahaha), mas continuei não usando, então saí de uma vez. Não tenho vontade de voltar e não sinto falta. O Twitter é uma das redes sociais que acho mais legal, mas também acho que a gente perde muito tempo ali dando opiniões que ninguém está pedindo. Não fiquem bravos comigo, fãs do Twitter, é apenas a impressão que eu tinha. Meu grupo de seguidos e seguidores eram pessoas que pensavam mais ou menos como eu sobre alguns temas, então ficava aquela bolha de pessoas que pensam igual, argumentando igual e, bem, o que a gente ganha com isso, não é mesmo?

Então no momento eu participo de apenas duas redes sociais: o Facebook e o Instagram. Eu não costumo adicionar desconhecidos no Facebook, porque é mais uma ferramenta para eu ter contato com amigos e parentes. Porém, hoje em dia eu quase não compartilho muitas coisas sobre mim mesma por lá e algumas publicações eu deixo como públicas, porque acho que pode ser interessante para que quiser compartilhar e tal, então se vocês quiserem, podem me seguir no Facebook e acompanhar essas publicações. Geralmente são links de artigos ou assuntos que considero legais. A outra rede social que uso é o Instagram. Eu tinha certo preconceito com o Instagram no começo, acho que porque eu pensava que era um mundo de selfies, depois vi que não era isso necessariamente e comecei a gostar. Eu uso bastante o Instagram e deixo ele aberto, principalmente porque gosto de compartilhar fotos de lugares e coisas e não tanto minhas. Então se vocês quiserem, podem me seguir no Instagram também.

Além disso, eu estou no Pinterest. Não considero ele tanto uma rede social, para mim é mais uma caixa de ideias, mas já que tem essa coisa de perfil e seguir, se vocês quiserem, podem me seguir no Pinterest também. Eu comecei com ele para salvar ideias de decoração pro meu casamento, mas acabei me empolgando, porque tem muita coisa legal lá. Fico salvando ideias de decoração, receitas, cabelo, hortas e coisas afins. Também tenho uma pastinha lá que compartilho os links dos blogs que participo.

Agora vamos aos blogs.

Como vocês sabem, eu tenho um outro blog, chamado Nossa América Latina. Eu escrevo esse blog junto com meu namorado e nossa ideia é compartilhar nossos olhares sobre a cultura latinoamericana, lugares que visitamos, coisas que achamos interessante e tenham a ver com essa temática. Somos latinoamericanos e acreditamos na integração latinoamericana, por isso não queremos que esse seja um blog de viagens (embora tenha alguns posts com dicas e comentários sobre lugares que já estivemos), mas sim um blog que fale de cultura, identidade, que saia do óbvio, da perspectiva turística, entendem? Infelizmente o tempo não nos permite nos dedicarmos tanto quanto gostaríamos a esse blog, mas ele está caminhando. Lá vocês vão encontrar muito mais coisas sobre a Colômbia por enquanto, porque é onde moramos e, claro, por onde temos andado mais ultimamente, mas a ideia é que cada lugar por onde passemos nesse maravilhoso continente seja de inspiração para compartilhar alguma coisa com todo mundo. Escrevemos o blog em espanhol e português, porque sabemos que o idioma é um dos grandes motivos que fazem com que o Brasil não se sinta parte da América Latina (ou que os demais países não o considerem parte), isso também dá um pouquinho de trabalho porque temos que traduzir e revisar tudo o que publicamos. Mas é necessário. Se vocês se interessarem, acessem o blog e sigam ele lá, acho que vão gostar.

Além do Sarices e do Nossa América Latina, eu colaboro no blog Beco das Palavras. É um blog sobre Literatura, cinema, áreas culturais afins. Ele foi criado por uma amiga minha há muito tempo, ficou fora do ar por um período e desde o final do ano passado está de volta. Tem publicações novas praticamente todos os dias, mas eu apareço por lá de vez em quando, no momento uma vez por semana, mais ou menos. Para ler tudo o que eu já escrevi por lá desde o começo do blog, cliquem AQUI. É lá que eu vou publicar cada mês sobre o meu desafio de leitura de 2017. Sempre vou avisar aqui quando publicar sobre o desafio lá, mas se vocês preferirem podem seguir o Beco das Palavras direto.

 

Bem, acho que era isso. Overdose de Sarah. Pra quem quiser, obviamente, hahaha.

Um abraço!

Anúncios

Um comentário sobre “Onde estou, pra onde vou

  1. Pingback: Umas falações aí… |

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s