Kindred – laços de sangue

Oi, pessoas! Finalmente estou aqui para contar minhas impressões sobre esse livro maravilhoso da Octavia Butler. Na última publicação falei sobre a escolha da obra e compartilhei um vídeo bem bacaninha, que conta um pouco sobre a autora e a importância de suas histórias. Se vocês não viram, sugiro que voltem lá e assistam. Hoje…

O Pomar das Almas Perdidas

Oi, pessoas! Estou de volta para, finalmente, falar sobre o livro O Pomar das Almas Perdidas, leitura de setembro do meu Desafio Literário: 12 livros escritos por mulheres negras para 2018. Na última publicação comentei sobre a escolha de inserir essa obra na minha lista e, como prometido, hoje vou contar minhas impressões após a…

Um Defeito de Cor

Oi, pessoas! Finalmente venho falar de Um Defeito de Cor, o livro de agosto do meu desafio literário de 2018. Sim, continuo atrasada, mas, aos poucos, vou terminar. Anteriormente, contei sobre minha escolha por essa obra e autora e agora quero falar sobre este livro maravilhoso. Breve resumo Antes de tudo, acho importante apresentá-lo a…

Retrospectiva Literária 2018

Oi, pessoas! Adoro retrospectivas literárias, por isso resolvi fazer a minha do ano passado antes de apresentar minha lista de 2019 e dar continuidade às publicações do desafio literário de 2018, que ficou pausado. Expliquei aqui que precisei pausar meu desafio de 2018 porque fiz provas de vestibular que exigiam a leitura de outros livros.…

Cartas para a minha mãe

Oi, pessoas! Estou de volta hoje para, finalmente, falar sobre Cartas Para a Minha Mãe, da escritora Teresa Cárdenas. Foi a leitura de julho do meu desafio literário: 12 livros escritos por mulheres negras para 2018. Já havia comentado sobre a escritora aqui e hoje volto para contar minhas impressões sobre sua obra. Cartas Para…

Esse Cabelo

Oi, pessoas! Finalmente volto para falar do livro Esse Cabelo, que foi o escolhido para o mês de junho na lista do meu desafio literário: 12 livros escritos por mulheres negras para 2018. Na semana passada, contei para vocês que a escolha desse livro teve um motivo até um pouco pessoal, me interessava ler uma…

O Alegre Canto da Perdiz

    “Na vida nada é princípio, nada é fim. Tudo é continuidade.” Se eu tivesse que fazer uma lista dos melhores livros que já li na minha vida até agora, com certeza O Alegre Canto da Perdiz estaria nela. Havia muito tempo que não ficava impressionada com uma obra, mesmo tendo lido várias muito…

Má Feminista

Fiquei pensando em diversas maneiras de começar a falar sobre esse livro, perdi um bom tempo em tentativas frustradas, com uma vontade de deixar esse texto para lá e ir fazer outra coisa. Parece que quando vamos abordar um assunto sério – como o feminismo – cobramos certa postura de nós mesmos, ainda que seja…